Como funciona tinturas, tonalizantes, henna

09:48



   Olá pessoal,

   O assunto do vídeo de hoje é um velho conhecido do nosso mundo, vamos falar sobre colorações capilares, elas estão presente a muito tempo em nossas vidas, segunda a história da cosmetologia desde o Egito se utilizava colorações a base de henna para tingir os cabelos.

   No mercado atualmente há uma grande variação de produtos permanentes, semi-permantes ou temporárias, e será que você sabe qual é a diferença entre elas? Qual o indicado para seu tipo de cabelo, além de como elas agem? Então hoje vim contar tudo para vocês.



   Mas antes de começarmos a falar dos produtos, temos que falar um pouco sobre como é a estrutura do nosso cabelo, para entendermos aonde vai agir cada produto.

 O cabelo é dividido em 3 partes:



·          A médula que é a parte central do fio, sem função definida ainda.

·          O cortéx é a parte do meio do fio de cabelo, aonde encontramos pigmentos e células mortas . Quem dá a coloração dos cabelos é a melanina, e a variação de loiro, ruivo e castanho se dá pelos diferentes tons de melanina presente no cabelo.

·          E a sua última camada é a conhecida cutícula, nela temos células queratinizadas.. A cutícula não contém pigmentos, e ficam sobrepostas na forma de escamas. Por isso comumente ouvimos falar de produtos que abrem as cutículas (na verdade as escamas dela) para agirem no cortéx.  Essa camada é a nossa barreira de proteção de agentes químicos e protege também as nossas células, além de ser responsável pelo brilho, maciez e penteabilidade do cabelo.

   Agora vamos falar sobre as colorações, existem 3 tipos, as permanentes, semipermanente e temporárias, agora vamos saber quais são elas:

Tintura Temporária

   Contém pigmentos de alto peso molecular, que são solúveis em água, como elas não conseguem penetrar no fio do cabelo e agir no córtex, elas são depositadas sobre a cutícula. Neste caso uma única lavagem pode retirar todo o produto ou uma chuva pode transferir as cores dos cabelos para roupas, pele e mais.

   Exemplos: Spray, géis, rimeis capilares.

   E temos também no formato de rinsagem que é um creme condicionador + moléculas colorantes, que se o cabelo estiver poroso (com as cutículas mais abertas) pode se fixar no córtex, durando um pouco mais.


Tonalizante / Tintura Semi-permanente

   São produtos parecidos com a temporária, mas que geralmente o cabelo foi tratado previamente permitindo a abertura da cutícula (através de produtos que mudem o pH capilar) e deixando os pigmentos agirem alguns no córtex, alguns na cutícula que irá fazer com que dure um pouco mais, chegando até umas 10-20 lavagens. É uma forma de maquiagem capilar.

   Tonalizante garante um bom brilho nos cabelos, e não têm problema algum em misturar ele com outras químicas que agem no córtex como alisantes, permanente, progressiva e tudo mais. E pode ser utilizada no intervalo de colorações permanentes.

   A sua desvantagem e que ele não cobre totalmente os fios, então no caso de colorir os cabelos brancos a cobertura pode ser até 40%, e o fio pode ficar meio dourado e não pigmentar completamente. Além de como é necessário abrir a cutícula do cabelo para ocorrer parcialmente a penetração dos corantes nos fios, ocorre diminuição da maciez, brilho, e vai resultar em um esforço maior para pentear ele.

·         Tinturas Naturais

   A maioria das tinturas naturais contém a henna que é produzida pela extração de folhas de lawsone. Ela não consegue penetrar no fio, devido as moléculas serem grandes, e ficam depositadas na cutícula dos cabelos, ou penetrando poucas moléculas. Ela age basicamente igual os totalizantes durando somente algumas lavagens, e por possuir uma gama limitada de tonalidades e é difícil predizer a intensidade.

Tintura permanente oxidativa

   É uma coloração que age no córtex, que é necessário uma substância oxidante(peróxido de hidrogênio, água oxigenada) para oxidar a cor dos pigmentos naturais e uma outra substância que é precursora de cor (derivado de anilina) e só transmite ele, após a oxidação, que dura de 30-50 minutos.

   São produtos que contém amônia para a fixação da cor, e acima de 2% de amônia é obrigatória estar descrito no rótulo do produto CONTÉM AMÔNIA, a concentração máxima dela permitida é 6%. E a quantidade de peróxido de hidrogênio permitida é 40 volumes, ou seja 12%.

   Ela cobre totalmente no caso de fios brancos, durando cerca de 25 lavagens, ou quando crescer o cabelo novamente e é o processo mais duradouro, mas em contrapartida o mais agressivo ao cabelo, e tende a deixar o fio mais difícil de pentear, menos brilhoso, sedoso e vai perder maciez.

   Metais Pesados

   Os metais pesados que podemos encontrar nas colorações são devidos aos pigmentos (são utilizados na produção dos pigmentos), sais metálicos como prata, chumbo ou bismuto.  Eles interagem com as cisteínas presentes na queratina do cabelo, mudando progressivamente a cor.


   É importante lembrar que a concentração máxima de chumbo permitido pela ANVISA é 20 ppm, e os outros metais pesados é 100 ppm.

 Agora que vocês já sabem a diferença entre elas, me digam, qual vocês já utilizaram e como foi a experiência, seu cabelo durou quanto tempo, ficou danificado?

Beijos <3

You Might Also Like

3 comentários

  1. Eu amei suas dicas!

    Um beijo,
    www.blogiranamaciel.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oii Raissa, tudo bem? :)
    Adorei o post e o vídeo, bastante esclarecedor, não tinha a mínima ideia de algumas noções que disseste no post... Tenho a certeza que vai ser útil para muitas outras pessoas!
    Ficaria muito feliz em ter-te no meu blog também querida, se puderes passa lá ficarei muito grata! Beijo ♥ Blog Alexandra's World

    ResponderExcluir
  3. Menina, acho que nem posso ler um post sobre coloração que já me coça kkkkkkkkkkkkk
    AAMEEEEI o post !

    ResponderExcluir

Siga o Blog por E-mail

Postagens populares