Celulite

22:04

   

      Olá pessoinhas, tudo bem?

    Hoje iremos falara de um problema recorrente em muitas mulheres, as tão “temidas” celulites. Este mal é característico feminino, já que atinge somente 5% dos homens.

    Elas são alterações do tecido gorduroso que por influência multifatoriais geram irregularidades na superfície da pele, e em pontos decorrentes de depressões geradas por fibrose. De uma forma mais clara é o acúmulo de células de gordura, que acabam sendo comprimidas pelos vasos sanguíneos e linfáticos que existem entre elas, resultando num edema local. As fibras que separam as células de gordura (adipócitos) repuxam o tecido, causando os tão temidos furinhos.

     È caracterizada por eritema, edema e dor, sendo mais freqüente em membros inferiores (quadris, coxas, face interna dos joelhos e pernas). Podendo chegar a níveis gravíssimos onde deixa o corpo todo pesado, com sensação de formigamento, devido á retenção de líquidos. Podem também ter inchaço no tornozelo, os pés podem ficar gelados e úmidos, e a circulação ficar prejudicada. A preferência por estas partes do corpo é explicada claramente, pois nesses locais o sangue de retorno do coração é mais lento, dificultando assim a circulação local. Mas ainda em alguns casos pode acometer os membros superiores como parte interna de braços e abdome.

Foto: http://oportunes.com/portaldasaude/conheca-os-4-graus-da-celulite/


     Apresenta 4 níveis de doença:
I – Percebida apenas quando apertada.
II – Visível sem compressão, e mais evidente com a compressão.
III – Estado um pouco pior que a do nível II
IV – Nódulos e fibrose, ocorrendo até dor intensa.

     Os fatores que podem causar são: genéticos, etários, sexuais (sexo feminino apresenta maior risco), hormonais, fumo, sobrepeso e obesidade. De acordo com seu estilo de vida, você está propenso a apresentar um dos 4 tipos indicados abaixo:

  • Celulite dura: acomete pessoas que fazem atividade física regular e têm boa tonicidade.
  • Celulite flácida: acomete pessoas sedentárias, ou que perdem ou perderam peso rapidamente sem atividade física, pode estar associada a varizes e estrias, e não é dolorosa.
  • Celulite edematosa: Tipo mais grave e muito doloroso, é caracterizada por nódulos e edemas. Acomete jovens que usam anticoncepcionais, portadores de diabetes e distúrbios da tireoide, de ovário ou metabolismo.
  • Celulite Mista: Pode apresentar a forma dura em um local e flácida em outro.

    Mas calma meninas há tratamentos que podem auxiliar na redução deste mal, como a combinação mais eficiente que é radiofrequência + infravermelho + massagem.

     Temos ainda a técnica mathus: que são 2 correntes elétricas e ultrassom, que também são utilizados para reduzir a gordura localizada.

    Ainda assim o melhor tratamento é aquele que é múltiplo, onde é associado medicamento ou dermocosméticos tópicos + exercícios físicos + massagens ou técnica apresentadas acima e drenagem linfática.

     Logo volto para falar mais sobre os dermocosméticos para esta área, e a semana que vem têm um post especial sobre o outro tão “temido” mal feminino, as estrias. Não Percam!

Beijos e até mais.







You Might Also Like

4 comentários

  1. Eu não quero chegar ao grau 4 não, é feio demais, hahahaha! Mas acho que não tem jeito, quando envelhecermos todas vamos ter, mas pelo menos tem como não ter enquanto não somos tão velhas assim, né?

    http://blogmylittlecandy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Jessie, tem que se cuidar antes de ser tarde ;)

      beijos ;*

      http://descomplicandocosmeticos.blogspot.com.br/

      Excluir
  2. Ai que coisa chata ne? Odeio celulite !!

    www.clarinhapink.com

    ResponderExcluir

Siga o Blog por E-mail

Postagens populares